fbpx

Estratégia de diferenciação na moda: Como adotá-la?

Catálogo Virtual para a sua Confecção
Sabia que é fácil ter um catálogo virtual para seus clientes?

Ter uma estratégia de diferenciação pode ajudar – e muito, a sua empresa a se destacar perante os seus concorrentes.

Segundo Michael Porter, conhecido como o pai da estratégia nos negócios, a estratégia competitiva é “a forma com que uma empresa escolhe competir com a concorrência para alcançar uma posição sustentável no mercado”.

Ele definiu 3 táticas para atingir essa posição: estratégias competitivas de custo, estratégias competitivas de foco e estratégias competitivas de diferenciação. Hoje, falaremos exclusivamente sobre a última.

Estratégias de diferenciação na moda é importante.

Quais são as vantagens de ter uma estratégia de diferenciação?

A estratégia de diferenciação pode fazer com que o seu produto ou serviço seja visto pelos clientes como único. Ou seja, melhor do que as outras opções existentes no mercado.

Na moda, existem diversas estratégias para desenvolver características originais nos seus produtos, como o branding e o investimento em tecnologia e em qualidade.

Essas diferenciações agregam valor aos produtos, e fazem com que os consumidores reconheçam suas características como exclusivas.

Portanto, essas diferenciações dão às marcas mais flexibilidade de negociação e margem, já que um produto diferenciado tem menos chance de ser descartado em uma briga baseada somente no preço.

Pense em uma marca de luxo, por exemplo, que geralmente diferencia seus produtos através do branding e da qualidade. Essa marca não estará preocupada se as roupas vendidas nas lojas de departamento são mais baratas, porque entende os seus diferenciais competitivos.

Semelhantemente, seus clientes também tem essa percepção de valor, pois continuam a comprar delas.

Então, como utilizar uma estratégia de diferenciação no meu produto?

Algumas das táticas mais efetivas na moda são:

  • Branding
  • Tecnologia e inovação
  • Marketing
  • Qualidade

Branding

Falamos anteriormente sobre branding, mas de maneira geral, o branding é o conjunto de fatores que transmite aos seus clientes o propósito, valores e a cultura da sua empresa.

Ele permite que a sua marca se expresse de forma concisa por diversos canais, e que os clientes se identifiquem e se conectem com a sua mensagem.

Digamos, por exemplo, que o DNA da sua marca é sustentável. Portanto, além de uma produção que respeita os colaboradores e o meio-ambiente, o seu branding também precisa expressar esses valores.

Isso porque é exatamente essa mensagem que irá levar o seu cliente a comprar de você, ao invés de uma marca de fast-fashion.

Investimento em tecnologia e inovação

Sabemos que alguns nichos são mais sensíveis à tecnologia e inovação do que outros. E a moda é um desses mercados que precisa sempre se reinventar.

Apesar de parecer simples na teoria, sabemos que a inovação é um processo custoso e trabalhoso. Ainda mais quando falamos de um mercado tão volátil, como o da moda. O que é tendência e bem aceito hoje, pode não ser amanhã.

Entretanto, isso não deve desencorajar a sua empresa a ter a tecnologia e inovação como um dos seus diferenciais competitivos.

indiscutivelmente a frente da concorrência. Essas marcas são reconhecidas por ditarem tendência, e terem suas produções copiadas por outras.

Marketing

O marketing também pode, e deve, ser um diferencial competitivo! Não basta apenas produzir bons produtos, é preciso saber vender.

Em suma, o papel marketing do marketing é potencializar os gaps de valor do seu produto. Isso é, fazer com que ele seja visto pelo seu cliente como algo que vale muito mais do que o preço de venda.

Portanto, saber quem, onde e como o seu cliente se comporta fará com que a sua empresa tenha resultados ainda melhores.

Alta Qualidade e exclusividade

Já mencionamos que na briga por preços, a qualidade pode ser um dos principais fatores de desempate. Isso porque, quando o consumidor sabe que está comprando um produto superior em qualidade, ele aceita pagar o seu valor.

A exclusividade também é considerada um fator de diferenciação. E essa é uma tática muito utilizada pelas marcas de luxo.

Produtos com baixa tiragem e personalizados dão a sensação de exclusividade e importância ao comprador. E isso também é um fator que contribui para ele preferir comprar de você.

E o bom atendimento, pode ser considerado uma estratégia de diferenciação?

SIM! Com os novos hábitos de consumo, vemos cada vez mais o atendimento ao cliente como uma estratégia de diferenciação.

Não precisamos ir longe para ver essa revolução. Pense em empresas como o Nubank, que invadiram o mercado e ganharam a clientela de gigantes do segmento, principalmente por terem um relacionamento próximo e humanizado com seus clientes.

E você, já tinha pensado em estratégias para diferenciar a sua empresa dos concorrentes? Conta pra gente!

Comece a vender on-line com o seu catálogo!
Venda mais pelo WhatsApp, Instagram e Facebook de forma organizada.
©2023 - Arara Digital - Sistema On-line de Vendas por Atacado - Grupo Abale 17.265.432/0001-27
Desenvolvido por